[Na nossa caixa de correio] - #5

Recebemos hoje um Kit da Intrínseca muito encantador! Tirei algumas fotos:

O Kit todo.




Recadinho das lindas Helô e Patoka.

Os personagens fofos que marcaram 2011.

Cada lápis, um livro! :D


Gostei de tudo! É um prazer ser parceira dessa editora! Até mais, beijos!

[Calendário] - Feliz Ano Novo!

[Sorteio] - RESULTADO: Livro "Ainda não te disse nada - Maurício Gomyde"

Oi pessoal, tudo bem com vocês? Finalmente chegou o dia de dar o resultado da promoção! Quem ganhou o livro "Ainda não te disse nada", de Maurício Gomyde, foi o Douglas Rocha, que seguiu todas as regras!



Douglas, entraremos em contato por e-mail em breve, e você terá dois dias para nos responder, ok? Espero que goste do livro, parabéns!

[Resenha] - Livro: Ainda não te disse nada


Que sou fã do trabalho do Maurício Gomyde todo mundo sabe. Que fui sorteada para compor a história do livro “Ainda não te disse nada”, nem todos. Pois então estou aqui para resenhar mais uma obra deste autor espetacular que consegue deixar o leitor sem fôlego com tamanha delicadeza e perspicácia na hora de compor suas histórias. Uma obra que, além de falar do amor de uma maneira surpreendente, tem uma personagem escritora de cabelos e olhos castanhos inspirada em mim. :)



O livro de 236 páginas, da Editora Porto 71, escrito por Maurício Gomyde, conta a história de Marina, uma filha de descendentes italianos que deixou o conforto e aconchego da família e da casa no interior para ir em busca de seu sonho na cidade grande: estudar, respirar e viver Moda!

Ela é desejada pelo professor mais atraente da universidade, talentosa, linda, encantadora e, mesmo tendo tudo, sente-se só. Não por acaso, acaba se envolvendo em uma confusão e tanto: "toma" o lugar de uma jovem que era paga para trocar cartas com pessoas se passando por outras. Não fui clara? Imagine então a situação complicada em que se encontrou a mente de Marina!

Totalmente presa a essa nova condição - a de escrever como se fosse uma mulher apaixonada por um homem que vivia em Portugal - ela acaba deixando transparecer nas cartas sua própria essência e, a cada dia mais, torna-se dependente das palavras de apoio vindas de tão longe que, mesmo não sendo diretamente destinadas a ela, tornaram-se necessárias.

Muita coisa surpreendente está para acontecer na vida dela, "ainda não te disse" nem metade do que está escondido nas linhas deste livro maravilhoso! /sorriso Recomendado para aqueles que ainda acreditam tanto na magia do amor, quanto na magia da troca de cartas no lugar de e-mail, recados ou "publicações no mural".

Para saber mais o sobre o autor, visite seu blog: http://www.mauriciogomyde.com/. Lá você encontrará novidades, a lista de todos os blogs parceiros dele, os links de Maurício para as redes sociais e seu trabalho como compositor!

Ficou com vontade de ler? Você pode participar de nossa promoção aqui ou ainda adquirir seu exemplar na Loja Virtual

Espero que tenham gostado da resenha! Até o próximo post!

[Sorteio] - Livro: Ainda não te disse nada (Maurício Gomyde) + Ipad2

Olá! Hoje estou aqui para anunciar uma promoção e tanto, realizada em parceria com Maurício Gomyde! Além de concorrer a um livro, você tem a chance de levar um Ipad2 para casa! Leia as regras até o final e boa sorte.
Obs: Ganhei o sorteio realizado por ele no twitter e estou na história! A "Thaís" do livro foi inspirada em mim!


REGRAS
1. Ser seguidor público do blog (é só ir até ali, na barra lateral direita, e clicar em “Seguir este blog”. Se não tem blog, não tem problema! Você pode seguir com sua conta Google, Yahoo ou Twitter);
2.Ter endereço de entrega no Brasil;
3.Seguir o twitter @mauriciogomyde;
4.Curtir a página do autor no Facebook: http://www.facebook.com/MauricioGomydeEscritor;
5.Preencher o formulário que se encontra no final deste post.

CHANCES EXTRAS
Preencha o formulário uma vez, deixando o espaço "Link da divulgação" vazio. Depois, se quiser preencher o formulário novamente, divulgue o sorteio em seu twitter, skoob ou  blog  e coloque o link no espaço adequado. Se divulgar no twitter, coloque o link do tweet de divulgação, não do seu perfil (é só clicar no horário). Você poderá participar novamente a cada divulgação. Nesse sorteio, você também terá uma participação extra se seguir o nosso twitter, o @rtsdebiblioteca. Abaixo cada uma das opções extras explicadas.

 NO TWITTER

1. Twittar a seguinte frase: “Ainda não te disse nada, mas acho que levarei para casa o livro que as @rtsdebiblioteca estão sorteando! [http://migre.me/6a1qQ]”
Obs: Não darei um tempo entre um tweet e outro, mas vamos usar o bom senso né?
2. Seguir o @rtsdebiblioteca. (Se seguir, no campo "Link da divulgação" coloque o seu twitter. Ex: @thaiisleocadio)

NO BLOG
Colocar o selo abaixo no seu blog.









NO SKOOB

Deixar um recado para alguém falando do sorteio, colocar o link em seu perfil, qualquer coisa vale! /sorriso


E o melhor de tudo:
Por participar desta promoção, no dia 15/01/2012 você ainda pode ganhar a um Ipad2 que o Maurício Gomyde sorteará em seu blog. Para isso, basta clicar agora aqui e informar seu nome, seu e-mail e selecionar que participou no Ratas de Biblioteca!
O resultado do sorteio do livro saíra dia 22/12. 
Boa sorte a todos!
Beijos!

[Calendário] - Dia D

Inspiradas no projeto diaD, decidimos prestar uma pequena homenagem ao poeta Carlos Drummond de Andrade que comemoraria hoje seu aniversário. Abaixo está um conto escrito por mim no ano passado. Através dele é possível conhecer um pouco da história de Carlos de maneira metafórica e sensível. Espero que gostem!
O menino
Thaís Cabral Leocádio

O menino brincava no chão da fazenda dos Andrade. Escrevia na terra palavras engraçadas. Desenhava bois, desenhava estradas. Era tão esquisito, o menino. Era deslocado, era fechado. Sorria pouco, pensava demais. Passava tanto tempo alheio ao que acontecia a sua volta. Gostava do café preto que a negra lhe fazia. Olhava a mãe cosendo, o pai trabalhando no mato. O menino via o irmãozinho dormindo. E gostava bastante de ler.

Foi para a escola, onde aprendeu algumas coisas boas – e outras nem tão boas assim. Em um dos lugares em que estudou – Colégio Anchieta – uma discussão com o professor de Língua Portuguesa acabou tendo como resultado uma injusta expulsão e uma eterna descrença na justiça dos homens. 

E a sensibilidade dele foi transferida para papéis dobrados, recortados. E todo o seu conhecimento de menino foi armazenado num lugar sublime onde todas as palavras, cuidadosamente construídas, são expostas para qualquer um que se disponha a apreciá-las, aprecie-as. 

O menino ganhou o mundo, tinha-o na palma das mãos. Mãos que tracejavam versos com conteúdo e faziam mágicas secretas nos silenciosos instantes de solidão que o atingiam. Construiu pontes, rostos, homenagens. O pequeno olhava o mundo todo com curiosidade e armazenava-o carinhosamente em seu coração.

De início, ele desejou guardar apenas aquilo que fazia parte do mundo que havia dentro dele: suas angústias, seus medos, seu descontentamento e tudo aquilo que o deixava atordoado. Seu esconderijo secreto sob as armações dos óculos tornou-se inútil graças a essa prática. 

Conheceu outros garotos que também gostavam de fazer o que ele fazia e decidiu apoiá-los num projeto de inovação. Era divertido e por que não fazer parte? Escreveu então sobre uma pedra – como aquelas que ele usava para espantar os passarinhos na fazenda – e causou um misto de admiração e espanto nas pessoas grandes.

Mais tarde, percebeu que o seu professor de Português não era o único ser humano indigno de afeto. Chegou à conclusão de que o mundo era bem maior do que ele pensava e que seus problemas introspectivos eram pequenos demais perto do que outras pessoas tinham de passar por conta de outras tão cruéis. Chamavam aquilo de guerra. Falou sobre isso e deixou bem clara a importância de os homens darem as mãos em momentos difíceis assim. Abraçados, a dor cessaria mais rápido, ele tinha certeza.

Quantas dúvidas havia nele! Quantas perguntas nem mesmo o sábio José conseguia lhe responder. Passou algum tempo refletindo sobre o que estava acontecendo com ele e com os demais. Começou a analisar fatos que eram comuns a todas as pessoas. Aquilo que acontecia com os meninos que ele conhecia e também com os que viviam longe. Todos um dia tinham de morrer, não era? Por que tinham de partir? Qual o verdadeiro significado disso? Será que isso doía assim como esfolar o dedão jogando bola? 


E chegou o momento em que o menino começou a sentir falta da tranquilidade do início de sua aventura. Quis então eternizar sua família, sua pequena cidade natal, os personagens e as pernas dos bondes, os sorrisos e os casos comuns. Conseguiu, com seu dom, fazer tudo isso com bastante peculiaridade. Transformou tudo aquilo que poderia passar despercebido em obras de arte que hoje dançam na mente daqueles cujos olhos com elas se deparam.

Registrou amores, sentimentos que faziam bem, que faziam sofrer.  Registrou saudades. Armazenou em seu espaço magnífico cenas lindas e repletas de uma paixão pelas coisas simples. O garoto conseguia, escrevendo, tornar cenas tristes e alegres em fotografias fantásticas e admiráveis. Ele transformava a realidade em uma coisa bela – sendo ela sofrida ou não. Era diferente dos demais meninos, tanto na maneira de se expressar pela escrita, quanto no seu sorriso tímido.

E depois de tanto brincar com as palavras, ele se cansou. E partiu para um lugar tão lindo quanto aquele que ele imaginava existir logo após a terra em que os homens brigam inutilmente. Ele foi embora, mas deixou de presente para os meninos, que porventura se interessassem em sua passagem por aqui, um bocado de inspiração e uma marca eterna feita de versos na terra da literatura. Hoje é um anjo. Não desses que vivem na sombra, mas desses que iluminam e aquecem os corações daqueles que amam, que sofrem, que se preocupam com os problemas do mundo. Daqueles que são injustiçados, sensíveis... que são os gauches da vida.

[Resenha] - Cinco Minutos

Título: Cinco Minutos
Autor: José de Alencar
Editora: L&PM
Origem: Nacional
Edição: 1
Número de páginas: 80
Cinco Minutos, de José de Alencar, é uma história rápida, com apenas 80 páginas. No livro, o narrador é obrigado a pegar o próximo ônibus por um atraso de cinco minutos. No ônibus ele conhece e se apaixona por uma misteriosa mulher do rosto encoberto por um véu de seda.

Após um mês procurando sua amada, ele a encontra em uma ópera, mas ela foge. Para poupar o narrador de “um amor sem futuro”, ela parte para Petrópolis, deixando uma carta para seu amado, onde revela que já o observava antes mesmo do encontro no ônibus.

O narrador, apesar das advertências de Carlota, decide viajar para Petrópolis, encontrando vários imprevistos. Após muitos desafios vencidos, ele chega até sua amada.

Para descobrir o motivo das fugas de Carlota e o final desse romance, leia o livro!

Opinião: Tive que ler Cinco Minutos para uma prova de Literatura na escola e confesso que, se não fosse por isso, provavelmente nunca o teria lido. Porém me surpreendi com a história, e achei interessante descobrir mais sobre os costumes e hábitos da época em que o livro foi escrito. Por ser um livro bem pequeno, ele pode ser lido em poucas horas.

Avaliação: 

[Resenha] - A Bússola de Ouro

O livro "A Bússola de Ouro", de Philip Pullman, editora Objetiva, possui 370 páginas de uma alucinante ficção científica.

Na história conhecemos Lyra, uma jovem órfã criada na Universidade Oxford, Inglaterra. No livro, cada pessoa possui o seu daemon, um animal que representa a alma do dono e só define uma forma fixa quando se torna adulto.

A vida de Lyra toma um rumo inesperado quando ela entra escondida em uma das reuniões secretas da Universidade e descobre a existência de uma substância chamada "Pó".

O desaparecimento de várias crianças da região deixam a jovem ainda mais alarmada, pois tal acontecimento parece ter uma terrível ligação com o "Pó". Após o sumiço de seu melhor amigo, Lyra parte em uma viagem com destino ao Norte, para descobrir mais sobre esses intrigantes acontecimentos e resgatar Lorde Asriel.

Na sua jornada, Lyra conta com a ajuda da Bússola de Ouro, um objeto extremamente poderoso.

Opinião: O livro é bom, tem uma história extremamente criativa, mas não te prende muito durante a leitura. Você demora um pouco para entender a história e esse mundo onde ela se passa. Uma boa dica para quem, assim como eu, adora livros que fogem  bastante da realidade. /amei

Avaliação: 

[Resenha] - Livro: Madrugada

E cá estou, com duas tarefas inéditas a cumprir: a primeira, falar sobre a obra de uma pessoa com quem convivo e admiro muito; a segunda, resenhar um livro de poesia. Como o professor Jozý sempre diz: "Poesia exige labuta da palavra" e, para mim, quem domina esta arte merece meu respeito tendo em vista que não são todas as pessoas que possuem coragem o suficiente para despejar sobre o papel seus sentimentos de maneira a provocar no leitor um misto de sensações.

O livro "Madrugada", de Jozyclécio Mégda, 1ª Edição, 91 páginas, editado por Virtual Books traz poesias que retratam os mais diversos temas relacionados ao cotidiano. De alimentos comuns na mesa mineira, como "Pão de queijo", até temas mais filosóficos como em "Essência Metafísica", Jozý trabalha com a palavra ora seriamente, ora brincando, e encanta pela maneira com que divaga entre a simplicidade e o domínio da técnica criativa - existindo no livro, inclusive, um poema concreto.

Eu descolada  (trote do sexo oposto) e o professor Jozý.
Em meio a tantos versos, é impossível não se identificar com pelo menos um deles. "Madrugada" é um livro para ser lido (e sentido) quando for necessário descansar a mente e trazer à tona a reflexão sobre a riqueza de detalhes que estão a nossa frente e não paramos para prestar a devida atenção. Existe arte e beleza em quase tudo o que temos contato e o poeta conseguiu transpassar isso encantadoramente.

Avaliação:







O livro pode ser adquirido no Colégio CRA ou ainda através do Clube dos Autores.

[Resenha] - Livro: O garoto da casa ao lado

O livro "O garoto da casa ao lado" é de Meg Cabot e conta a história de uma jornalista chamada Melissa Fuller que sonha em escrever um artigo de importância relevante (não que não goste de falar sobre fofocas do mundo dos famosos, mas...) e vê no fato ocorrido nos arredores de sua casa a oportunidade de fazê-lo.

Encontrou sua vizinha idosa desacordada e a vontade de descobrir quem é que realizou tamanha crueldade teve que dividir espaço com as novas tarefas desencadeadas por esse fato: Mel teve que cuidar dos animais de estimação da pobre velhinha enquanto o sobrinho dela não aparecia.

E esse foi o menor de seus problemas, tendo em vista que tal sobrinho escondia mais mistérios do que ela podia imaginar. Amor, mentiras, confusões... tudo em forma de e-mails!

Opinião: Meg, como sempre, desenvolveu o tema com maestria, com o encantamento que poucos escritores possuem. Sabe? Daquele jeito que você pega o livro e de repente já esta absorto na história sem ao menos perceber. Leitura deliciosa e divertida, indico de verdade mesmo.

Avaliação:

Beijos! Boas férias e bons livros para todos vocês!

[Resenha] - O Herói Perdido

O Herói Perdido, primeiro livro da nova série de Rick Riordan, Os Heróis do Olimpo, possui 432 páginas de uma eletrizante aventura publicada pela Editora Intrínseca.

Piper, Leo e Jason são três amigos a caminho de uma excursão para conhecer o Grand Canyon. Porém, ao acordar no ônibus, Jason sofre uma amnésia e não se lembra de nada. Piper e Leo pensam se tratar de uma brincadeira de mau gosto até serem atacados por "ventus" - espíritos da tempestade - e verem o "Treinador" Hedge, um sátiro disfarçado, ser levado por tais seres.

Annabeth e Butch aparecem para resgatar o trio, que é levado até o Acampamento Meio-Sangue. A aventura está apenas começando, pois o herói Percy Jackson está sumido e a deusa Hera está aprisionada, de forma que Leo, filho de Hefesto, Piper, filha de Afrodite e Jason, filho de Zeus, partem em uma missão de resgate para manter o Olimpo em paz.

Para saber mais sobre essa incrível aventura, descobrir as verdades sobre o passado de Jason e sobre a salvação do Olimpo, leia o livro!

Opinião: Sou completamente apaixonada /amei pelos livros do Rick Riordan e fiquei muito feliz quando soube que as aventuras do Acampamento Meio-Sangue continuariam. É claro que a história não me decepcionou! Não consegui largar o livro até terminá-lo. Empolgante, surpreendente, de leitura rápida e fácil, que ainda nos ensina mais sobre mitologia grega e romana. Amei os novos personagens, bem diferentes dos da antiga saga. Enfim, o romance tem tudo aquilo que precisa para ser uma história fabulosa. Mal vejo a hora dos próximos serem lançados e recomendo para todos os leitores. Incrível, apaixonante, viciante.

Avaliação:

[Resenha] - Estrela Píer

Estrela Píer, da autora brasileira (e parceira do blog) Kamila Denlescki, possui 231 páginas de muita aventura, romance, suspense e diversão.

O livro conta a história de uma pacata bibliotecária Paulista, Lucia Píer Eli, que mora com sua avó Marisa e sua irmã Lara. Sua vida muda drasticamente ao ganhar um concurso em que foi inscrita pela sua avó, para conhecer o mais famoso astro do momento, Richard Clevehouse, em Londres.

O que prometia ser uma viagem dos sonhos se torna uma incrível aventura, com muitas perseguições e um novo mistério a cada página. Para descobrir as aventuras de Lucia, os segredos por trás do silencioso e discreto Richard, as verdades sobre a WardWade, leia o livro!

Opinião: Mesmo sendo um livro relativamente curto, a história te prende do início ao fim e a cada momento você se apaixona um pouquinho mais pelos personagens, principalmente pelo Richard e pela Lucia. Um enredo incrível, que me surpreendeu muito! Além disso, tem como não amar uma história que se passa em Londres? /amei

Avaliação: 

[Resenha] - Livro: O efeito Facebook

O livro “O efeito Facebook”, de 392 páginas, traduzido por Maria Lúcia de Oliveira, escrito por David Kirkpatrick, é uma obra de literatura estrangeira que reúne acontecimentos não ficcionais sobre a história da grande rede social chamada Facebook.

Hoje, aqueles que utilizam os serviços do site não imaginam quantas xícaras de café, discussões, sufoco e festas estão ligados à criação desta famosa página na internet.

David narra desde os primeiros projetos de Zuckerberg até o momento presente, onde o número de usuários da rede chega a ser de aproximadamente 700 milhões.

Entre os criadores, todos jovens estudantes, conflitos surgem por conta da divergência de opiniões. Tais acontecimentos mostram que, mesmo entre números e códigos exatos da programação, o lado humano é imprescindível para a formação de uma grande empresa.

[Resenha] - Seringal: uma aventura amazônica

Seringal: uma aventura amazônica, de Fernando Vilela, Editora Scipione, possui 107 páginas de uma história interessante e ricamente ilustrada pelo próprio autor. 

O livro conta a história de Pedro, um jovem de 17 anos que resolve visitar uma antiga amiga no Acre. Seu plano inicial era conhecer a aldeia onde sua amiga trabalhava, porém a fiscalização do local acaba proibindo a entrada de estranhos na comunidade. 

Por causa desse contra-tempo, Pedro recorre a conhecidos de sua amiga e parte para uma emocionante aventura na Floresta Amazônica. Lá ele conhece a dura vida dos Seringueiros e de suas famílias, descobre um pouco mais sobre a fascinante cultura local e faz grandes amigos.

Na vila dos Seringueiros, Pedro ainda ajuda seus amigos a resolver  problemas reais, que acontecem no Brasil, como o desrespeito por parte dos poderosos para com a nossa floresta, o desmatamento desordenado e a extinção de espécies. 

A obra é curta, de leitura rápida e fácil. Recomendo para pessoas de todas as idades que desejam conhecer um pouco mais sobre as comunidades presentes na Amazônia. 

[Por aí] - Patrícia!


Gente! Olha que coisa mais legal: a Patrícia, que está no 9º ano, no Colégio Logos de Areado, fez um trabalho da escola sobre o blog! /sorriso A Mayra me avisou e tirou uma foto do cartaz. Amanda e eu ficamos muito contentes! Muito obrigada! *_*
 A Patrícia tem 14 anos e descobriu há pouco tempo o prazer da leitura. Seu livro preferido é Marley e Eu (1) e o filme de que mais gosta é "À procura da felicidade"(2). Ela pretende seguir alguma carreira relacionada à área da saúde.  


Até mais!
Beijos!

[Resenha] - A Estrada da Noite

O livro "A Estrada da Noite", de Joe Hill, editora Sextante, possui 256 páginas de uma alucinante perseguição entre mortos e vivos. 

Tudo começa quando Judas Coyne, famoso rockeiro cinquentão, decide aumentar sua coleção de objetos sinistros. O objeto adquirido? Um paletó que, segundo a descrição do site de leilões, está assombrado pelo fantasma do antigo dono. 

Porém, Judas se surpreende ao constatar que o perigo apresentado pelo fantasma é real e que a compra do objeto amaldiçoado foi, na verdade, uma armação contra o cantor. 

Judas e sua jovem namorada gótica, Marybeth, se encontram então em perigo, perseguidos pela alma de Craddock McDermott, padrasto de uma antiga namorado do astro, Anna McDermott, que cometeu suicídio após ser descartada. 

Para saber mais sobre essa incrível aventura e caminhar com os personagens pela assustadora Estrada da Noite, leia o livro, que te surpreende e te prende da primeira à última página. 

[Calendário] - Feliz Dia das Mães!


Feliz Dia das Mães!
Para as mães dos nossos seguidores, para nossas seguidoras que são mães, para todas essas mulheres que são os verdadeiros anjos das vidas dos filhos!
Essa mulher linda da foto é a mãe dessas duas ratinhas aqui. rs
Angélica, muito obrigada por tudo! Você é uma mãe maravilhosa para nós duas e nós te amamos muito!

[Resenha] - Livro: Como Mudar uma História de Dragão

Como vocês sabem, eu adoro colocar as capas dessa série num tamanho enooooorme porque as considero verdadeiras obras de arte! (Só que dessa vez a Amanda me viu formatando o post e pediu pra eu diminuir. No entanto, apesar de mais velha, sou também mais fraca e não irei contestá-la). E minha opinião sobre o conteúdo dos livros da série "Como treinar seu dragão" não difere dessa: são também obras de arte! Maravilhosos livros que encantam pela singeleza da linguagem e pelo excesso de fantasia presente no enredo envolvente e encantador! A série tem até um site - que eu visitei hoje e vi que foi todo modificado e está super moderno: www.seriecomotreinaroseudragao.com.br). Bem, vamos à resenha:

O livro "Como Mudar uma História de Dragão", de 256 páginas, escrito por traduzido do antigo norueguês por Cressida Cowell, conta, mais uma vez, com a  presença do querido - e fracote - herói viking Soluço.

É difícil não se envolver com as confusões em que o menino acaba se metendo. Dessa vez, no quinto volume da série, o problema é simples de ser resolvido: ele precisa, APENAS, evitar que um vulcão entre em erupção.

E este é o menor de seus problemas! Por conta desse "fenômeno natural" - que não foi tão natural assim, tendo em vista que a pedra que mantinha o vulcão adormecido foi retirada do lugar muito tempo atrás para que Stoico, o Imenso, conseguisse a mão de Valhalarama em casamento -  milhares de ovos de Dragões Exterminadores estão prestes a eclodir causando, assim, talvez o fim da Ilha de Berk.

Será que o pequenino futuro líder da tribo do Hooligans Cabeludos será capaz de salvar o mundo bárbaro desse desastre? Leia e confira.


Garanto que valerá a pena. /piscada
Beijos! E não esqueçam de comentar! 





[Sorteio] - Resultado: O mundo de vidro

Olá! Passando apenas para deixar o resultado da promoção do livro "O mundo de vidro!". Quem ganhou foi a Ana Luiza Cabral! Como seguiu todas as regras, está tudo bem e logo logo ela estará com o livro em mãos!

Ana, você tem dois dias para responder ao nosso e-mail, ok? :)

Beijos!
E não deixem de ler a última resenha que a Amanda postou!

[Resenha] - Histórias de Humor

O livro Histórias de Humor, da Editora Scipione, possui 80 páginas de contos de brilhantes escritores, como Luis Fernando Veríssimo, Graciliano Ramos, Millôr Fernandes e Stanislaw Ponte Preta.

Lixo, de Luis Fernando Veríssimo, conta a história de dois vizinhos que descobrem, através do lixo um do outro, que podem se dar muito bem juntos.

Aonde vai a poupança popular?, de Millôr Fernandes, fala sobre a visita de um "capitalistão" ao Museu do Prado e suas descobertas culturais.

Garoto linha-dura, de Stanislaw Ponte Preta, narra a esperteza do menino Pedrinho e suas ideias brilhantes para fugir de um possível castigo imposto pelo pai.

Apólogo brasileiro sem véu de alegoria, de Antônio de Alcântara Machado, mostra um movimento de protesto iniciado deviado à falta de luz em um trem. O curioso desse fato? Quem "encabeçou" o movimento foi um cego.

O olho torto de Alexandre, de Graciliano Ramos, conta as aventuras de Alexandre, que jura já ter montado três vezes em uma onça, ter perdido um olho, visto seu corpo por dentro e ainda ter devolvido o olho para o lugar correto.

O homem da cabeça de papelão, de João do Rio, fala sobre Antenor, que sempre fora diferente dos demais. Ria, cantava, era feliz. O problema? Ele não era como os demais. Queria viver, não apenas trabalhar, queria ajudar os outros, não só subir na vida e enriquecer. Ele foi desprezado por todos até o dia em que decidiu trocar sua cabeça por uma de papelão, tornando-se uma pessoa "normal" como todas as outras.

A nova Califórnia, de Lima Barreto, narra a chegada de um novo habitante em uma pequena cidade. O morador, descobriu-se, era um famoso alquimista, que fez uma importante descoberta: como transformar ossos em ouro.

Polítipo, de Aluísio Azevedo, fala sobre a morte de Boaventura, um senhor de bom coração, que, por não possuir nenhum traço marcante, se parecia um pouco com todo mundo.

Plesbiscito, de Artur Azevedo, narra o orgulho do Senhor Rodrigues, que não aceita admitir na frente do filho que não sabe o significado de algumas palavras.

[Dica] - Filmes antigos!


Olá! Para quem não sabe, além dos livros, tenho uma paixão enorme por filmes. Os antigos então, me atraem muito! Hoje queria deixar três como dica para vocês. Assim que tiverem um tempinho assistam, porque vale a pena!

1. Dirty Dancing - Ritmo Quente (1987)


Sinopse: "Em 1963, Frances Houseman (Jennifer Grey), ou 'Baby', como é chamada pela família, uma jovem de 17 anos, viajou com seus pais, Marjorie (Kelly Bishop) e Jake Houseman (Jerry Orbach) e sua irmã Lisa (Jane Brucker) para um resort em Catskills. Ao contrário de Lisa, que pensa em roupas, Frances é idealista e quer estar no próximo verão no Corpo da Paz estudando a economia dos países do Terceiro Mundo. Assim, ela espera que este seja o último verão como uma adolescente despreocupada, mas Baby não se dá muito bem com sua irmã mais velha e está entediada em tentar distrair os hospedes mais velhos (foi envolvida nesta situação por seu pai). Até que numa noite Baby ouve algo que parece ser um som de festa no alojamento dos funcionários (que os hospedes não podem ter acesso). Ela consegue entrar na festa graças a um empregado e descobre que ali o pessoal realmente se diverte com danças, que Max Kellerman (Jack Weston), o dono do hotel, não permite. Baby chega a dançar com Johnny Castle (Patrick Swayze), um professor de dança, e logo fica apaixonada por ele. Quando Penny Johnson (Cynthia Rhodes), a parceira de dança de Johnny, fica grávida por ter se envolvido com Robbie Gould (Max Cantor), um dos garçons, Baby se oferece para aprender a dançar e substituir Penny, mas o pai de Baby, quando descobre, não gosta disto, pois considera que Johnny é de outra classe social e Baby é jovem demais para entender seus sentimentos." (Fonte: http://www.adorocinema.com/filmes/dirty-dancing/)

Opinião: Achei a fotografia do filme maravilhosa, a cena dos dois dançando no lago é incrívelmente linda e a química entre os atores principais é incontestável!

2. Sixteen Candles - Gatinhas e Gatões (1984)


Tumblr_lhknxpdn2l1qa69lzo1_500_large
Sinopse: Este filme conta a história de Sam, que tem seu sonhado aniversário de dezesseis anos esquecido pela família - já que estão todos muito ocupados com o aniversário de sua irmã mais velha. Ela sonha em namorar o rapaz lindo e mais velho, mas pensa que ele nem sabe de sua existência. Combinemos: a história é realmente comum. Mas o que mais chama a atenção é a forma como algo tão simples pode se transformar numa história tão engraçada e surpreendente! As reviravoltas no enredo resultam em boas gargalhadas! 

Opinião: A singeleza do filme me conquistou e eu ri demais com as confusões das personagens!


3. Gone With The Wind - E o vento levou (1939)



Sinopse:  Uma produção de David O. Selznick, E o Vento Levou, de Margaret Mitchell, é "a produção mais bem-sucedida de Hollywood," disse Leonard Maltin, do Entertainment Tonight. Sob seu ponto de vista, "parece melhor com o passar dos anos." Este romance ambientado durante a Guerra Civil Americana ganhou o impressionante número de 10 Oscar® (incluindo Melhor Filme) e seus imortais personagens, Scarlett (Vivien Leigh), Rhett (Clark Gable), Ashley (Leslie Howard), Melanie (Olivia de Havilland), Mammy (Hattie McDaniel) e Prissy (Butterfly McQueen), popularizam esse épico de apelo permanente a todas as gerações. Tido por muitos como o maior filme de todos os tempos.

Opinião: Foi com este filme que conheci o Clark Gable e meu amor por ele nasceu. Nunca vi homem mais sedutor! E um ótimo ator! Ontem assisti a um documentário sobre ele e fiquei com uma vontade enorme de ver todos os filmes que ele já fez na vida, porque tenho certeza de que não perderei tempo com isso. Acompanhar a história do Rei de Holywood é, além de divertido, um experiência cultural e tanto. Mas, vou falar do filme, né? É excelente. Demorado, confesso, como disse meu amigo Brauner... você pensa que ele acabou várias vezes. Mas é muito bom. Assisti a versão colorida por computador, muito boa. Além de tudo, dá para aprender mais sobre a Guerra Civil Americana. /sorriso


Bom, é isso aí gente. Espero que tenham gostado. Beijos! :*

[Curiosidade] - Livro sobre o pensamento masculino

Qual o segredo para um livro fazer sucesso? A resposta está no fato de nele conter alguma verdade ou detalhe que tenha passado despercebido pelo olhar das demais pessoas. Um livro faz sucesso quando capta uma mensagem antes escondida e não revelada. Foi o que aconteceu com "O que todo homem pensa além de sexo" ("What every man thinks about apart from sex"), do autor Sheridan Simove. Ele chegou a uma brilhante conclusão e decidiu compartilhá-la com o mundo e, respondendo ao questionamento que dá nome ao livro, deixou 200 páginas em branco. Já no ranking dos mais vendidos, o livro tem sido usado como um  ótimo bloco de notas pelos jovens ingleses. Não se pode negar a genialidade deste homem. Não é mesmo?

Vi no Testosterona, que viu no Insoonia.

[Resenha] - Filme: The Number 23

O filme The Number 23 conta a história de Walter Sparrow, um funcionário de canil municipal que possuía uma vida tranqüila com sua esposa e seu filho, até o dia em que não conseguiu prender um dos cachorros em seu trabalho e acabou sendo mordido por ele. Por fracassar no serviço, atrasou-se para o encontro com sua mulher, que, para passar o tempo, escolheu um livro para folhear: The Number 23.

Aghata resolve presentear o marido com o livro, achando ser apenas mais uma história criativa. Mas, ao lê-lo, Walter percebe semelhanças com o seu dia a dia e começa a ver o número 23 em toda parte, seja na cor predileta de sua esposa ou no número de letras dos nomes.

Por ver tantas semelhanças entre o livro e sua vida, Walter começa a achar que vai acabar como o personagem: assassinando sua esposa. Então, começa uma busca pelo escritor do livro e o mistério por trás dele, para tentar, finalmente, livrar-se do número amaldiçoado.

Opinião: Acho que não tem como não gostar de um filme que possui Jim Carrey no papel principal (mesmo não se tratando de uma comédia) e Logan Lerman como filho do Jim. O que eu mais gostei foi o final surpreendente e a inteligência da história. Mesmo não entrando pra minha "lista de favoritos", eu recomendo o filme!

[Sorteio] - Livro: O mundo de vidro (Maurício Gomyde)

Olá! Hoje estou aqui para anunciar o sorteio de um dos meus livros preferidos: “O mundo de vidro”, do autor Maurício Gomyde! (A resenha você confere aqui). /sorriso Para participar, o esquema é o mesmo dos últimos sorteios. Quer levar este livro para casa? Então siga as regras abaixo e depois é só torcer!

REGRAS
1. Ser seguidor público do blog (é só ir até ali, na barra lateral direita, e clicar em “Seguir este blog”. Se não tem blog, não tem problema! Você pode seguir com sua conta Google, Yahoo ou Twitter);
2. Ter endereço de entrega no Brasil;
3. Preencher o formulário que se encontra no final deste post.
CHANCES EXTRAS
Preencha o formulário uma vez, deixando o espaço "Link da divulgação" vazio. Depois, se quiser preencher o formulário novamente, divulgue o sorteio em seu twitter, skoob ou  blog  e coloque o link no espaço adequado. Se divulgar no twitter, coloque o link do tweet de divulgação, não do seu perfil (é só clicar no horário). Você poderá participar novamente a cada divulgação. Nesse sorteio, você também terá uma participação extra se seguir o nosso twitter, o @rtsdebiblioteca. Abaixo cada uma das opções extras explicadas.
 NO TWITTER
1. Twittar a seguinte frase: “Quero conhecer "O mundo de vidro" que as @rtsdebiblioteca irão me apresentar! [http://migre.me/40zoB]”
Obs: Não darei um tempo entre um tweet e outro, mas vamos usar o bom senso né?
2. Seguir o @rtsdebiblioteca. (Se seguir, no campo "Link da divulgação" coloque o seu twitter. Ex: @thaiisleocadio)
NO BLOG
Colocar o selo abaixo no seu blog.





NO SKOOB

Deixar um recado para alguém falando do sorteio, colocar o link em seu perfil, qualquer coisa vale! /sorriso





Você tem até dia  10 de abril para participar. O sorteio será realizado no site random.org e o resultado será divulgado no dia 11 de abril! Tentei deixar tudo bem explicado, mas se tiver alguma dúvida é só perguntar. Boa Sorte!