[Resenha] - Livro: O rosto que precede o sonho





O livro "O rosto que precede o sonho", de Maurício Gomyde, editora Porto 71, é o terceiro do autor e em 176 páginas conta a história de Tomas Ventura, um homem atormentado pelo passado que se culpa pela morte dos pais.

Julgando ter recebido alguns sinais na manhã do acidente de avião em que ocorrera a fatalidade, não se conformava por tê-los ignorado e impedido que o pior acontecesse. Seguiu sua vida aguardando novas "mensagens", sem fazer muitos planos e projetos futuros.

Prendendo-se ao agora e vivendo preso à sua maior paixão - a música - ele contava com a companhia de sua casa-veleiro batizada de Lonhed’s Refuge e com a amizade leal de Benjamin, dono do “Sebo no Café”.

E é neste tal sebo que o destino dele muda de rumo: conhece um dia, por acaso, Aurora. Brigam por conta de um disco que ambos queriam comprar e acabam tomando um café juntos para continuarem a discussão sobre música. A partir de então nasce um sentimento capaz de transformar a vida das personagens de maneira intensa.

Opinião: Maurício me fez chorar, mais uma vez. Este livro é, com certeza, o mais emocionante dele. Fico em dúvida sobre qual prefiro, porque os outros dois ("O mundo de vidro" e "Ainda não te disse nada") também me marcaram de alguma forma. Neste o autor faz inúmeras referências musicais  que deixaram a narrativa mais real. Ele consegue transmitir com uma sensibilidade incrível um pouco do que abriga a alma humana - que é cheia de falhas, incertezas e confusões. Linguagem simples. Confesso que achei a história um pouco previsível, mas isso não ofuscou o encanto da obra. Recomendo! Tenso foi apenas lidar com as risadas da Amanda ao me encontrar na sala com o notebook no colo envolvida em lágrimas quando cheguei ao fim da leitura.

Comente com o Facebook

8 comentários:

  1. Olá! Gostei da resenha e achei a capa linda!
    Adoro livros que são feitos para chorar.. rsrsrs
    Se puder, dá uma passadinha lá no meu blog. Estou voltando com ele hoje depois de um 'hiatus'. =)

    Bjusss
    http://viciadospelaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Michelle! Procure este livro então, se gosta de chorar vai adorar! :) rs
      Passarei sim, pode deixar! Beijos!

      Excluir
  2. Nunca li nenhum livro do Maurício. A história parece ser boa, mas não me deixa com vontade de ler, sei lá! Saudades de ver vocês por aqui! Adorei o novo lay, beijos <3

    http://docedementa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por falar de amor, os livros parecem ser iguais às histórias que já vimos por aí. Mas ele sempre dá um jeitinho de prender a atenção do leitor. Se um dia tiver oportunidade leia um pedaço, talvez se interesse. (:

      Obrigada por comentar, Sofia! Agora voltaremos a postar com mais frequencia!

      Beijos!

      Excluir
  3. Oi Thais!

    Eu já disse o quanto estou feliz por vocês terem retornado com o Ratas de biblioteca? Estou muito! Graças ao Ratas que hoje tenho meu blog literário também, nunca esqueço a sensação deliciosa que tive ao encontrar o primeiro blog literário através do blog de vocês. <3

    Também conheci o Maurício através das resenha de O mundo de vidro aqui e já li os 3 do autor. Eu gostei de O rosto que precede o sonho e me emocionei bastante, mas ainda senti falta de algo. Como se tudo tivesse acontecido rápido demais. Prefiro O mundo de vidro e Ainda não te disse nada em relação comparado a esse.

    Um beijo para você e para Amanda.

    Brenda Lorrainy
    cataventodeideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brenda, sua linda!
      Que orgulho ler isso, seu blog é incrível e conhecido, fico feliz por saber que tivemos participação nisso, sério mesmo. Ah!!! Fofinha!!!!!

      Eu não sei de qual gosto mais, tive um carinho especial por esse porque eu chorei muito. hahaha Mais do que o normal. Achei que mexeu comigo de verdade, embora dos outros eu tb tenha gostado.

      Um beijo meu e um da Amanda!

      Excluir
  4. Cada vez que eu vejo uma resenha dos livros do Maurício, eu tenho mais vontade de ler um dos livros dele. Ainda não tive a oportunidade de ler nenhum, mas com certeza quero pegar esse ano ainda. Só que eu pretendia começar por 'Ainda não te disse nada'.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, Marina! São legais! "Ainda não te disse nada" é uma fofura, comece por ele então! Beijos

      Excluir

Obrigada pela visita, sua opinião é muito importante. ;)