Resenha - Livro: Paris é uma festa, Ernest Hemingway


"Paris é uma festa" ("A Moveable Feast") foi publicado depois da morte de Ernest Hemingway. O autor trabalhava na revisão dos manuscritos quando se matou. Na edição da Bertrand Brasil, tem tradução de Ênio Silveira.

Uma Paris da década de 20 é apresentada ao leitor em tom de saudade e devoção. O escritor fala da vida que levava com a esposa, cercados de cultura, e sem estabilidade financeira.

O casal podia não ter o que comer em casa, mas não deixava de comparecer a eventos sociais, nem de tomar uma boa garrafa de vinho.

Entre os amigos de Hemingway estavam nomes como F. Scott Fitzgerald, James Joyce e Ezra Pound. O relato autobiográfico do escritor tem muito carinho por essas figuras.

Cafés que inspiram a escrita, o nascimento do filho e de textos, a paixão pela vida. É impossível terminar de ler este livro sem sentir uma vontade enorme de conhecer a capital francesa e tecer com ela sua própria história. Ainda bem que a Paris de Hemingway nós temos a chance de visitar nestas 238 páginas. 




Comentários

Postar um comentário

Obrigada pela visita, sua opinião é muito importante. ;)