[Resenha] - Livro: Malala, a menina que queria ir para a escola

Instagram @rdebiblioteca
No Dia Internacional da Mulher, a resenha é de um livro escrito e ilustrado por mulheres e que tem uma mulher corajosa como tema. Em “Malala, a menina que queria ir para a escola”, a jornalista Adriana Carranca conta a história da paquistanesa Malala Yousafzai. O texto é voltado para o público infantojuvenil e as ilustrações são de Bruna Assis Brasil.

Malala vivia no Vale do Swat, que foi tomado por um grupo extremista, o Talibã. Com armas e ameaças, este pessoal ditava as regras do local e deixava todo o povo com medo. As meninas não podiam sair às ruas.

Em um lugar onde a educação – e muitos outros direitos – são negados às mulheres, a criança manteve-se firme no propósito de lutar por aquilo em que acreditava. Ela atualizava um blog na BBC, sob um pseudônimo, relatando a situação do vale. Isso não agradou aos talibãs.

Aos 15 anos, Malala sofreu um atentado, foi baleada, e quase perdeu a vida. A menina voltava de uma prova do colégio e duas amigas que estavam com ela também ficaram feridas.

O livro-reportagem traz ilustrações combinadas com fotografias, facilitando a ambientação da história. O quarto de Malala, as ruas da cidade, o local onde ela foi baleada… Tudo é descrito com uma riqueza visual e textual.

Em 2014, Malala ganhou o Prêmio Nobel da Paz. Atualmente, para a segurança dela e de sua família, vive na Inglaterra, onde continua lutando pelo direito à educação das meninas.

Opinião: O livro de Adriana Carranca apresenta aos jovens leitores a força das palavras e a coragem de Malala. Fiquei encantada com a obra, com o projeto gráfico, com as ilustrações, com o fato de a jornalista ter viajado ao Vale do Swat para escrever a história! “Malala, a menina que queria ir para a escola” é inspirador, intenso e, ao mesmo tempo, delicado. O texto carrega uma singeleza que só uma autora que mantém o espírito de criança conseguiria escrever.

Avaliação

Crédito: Bruna Assis

Comente com o Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, sua opinião é muito importante. ;)