[Resenha] - Livro: Nós

"Acho que nosso casamento já deu o que tinha que dar". 
O livro "Nós", escrito por David Nicholls e publicado pela Editora Intrínseca, conta a história de Douglas Petersen, um homem que percebe que o casamento dele está por um fio. Após anos de união, o filho único do casal, Albie, está de malas prontas para a universidade. No meio da noite, a esposa Connie diz que para ela acabou.

A família, no entanto, já havia planejado uma viagem pela Europa. Connie pede que Douglas não cancele e eles partem naquela que seria a última com os três juntos.

O livro passeia pelo presente e pelo passado, relembrando o início do namoro dos dois. Connie, uma artista, era impulsiva, alegre, inconsequente e encantadora. O cientista Douglas, por outro lado, era metódico, "careta" e gostava de sempre ter o controle da situação. Eles se conheceram e, de alguma forma, se apaixonaram.

Com a chegada de Albie, no entanto, a relação dos dois foi ficando complicada, pois as diferentes opiniões que outrora eram interessantes passaram a se tornar gritantes. Douglas queria criar alguém "preparado para o futuro" e Connie, alguém que valorizasse sentimentos e intuições.

A viagem acaba saindo de tudo o que havia sido planejado. Brigas, confusões, mágoas e palavras atravessadas entraram para o roteiro. Os três se separam durante o "grand tour" e isso faz com os três consigam se redescobrir.

Avaliação: 
Opinião: Vivi com o livro "Nós" uma relação de amor e ódio. A leitura pareceu não fluir e, por isso, demorei muito tempo para conseguir terminá-lo. Como a história é narrada por Douglas, as coisas pareciam muito repetitivas - o que, devo confessar, garantia mais "realidade" ao texto.

Enquanto lia fui me identificando muito com o protagonista e, talvez por isso, não tenha gostado tanto assim do livro. rsrs A personagem Connie, tão diferente de mim, era muito mais interessante e acho que eu iria gostar mais de conhecer a família Petersen pelos olhos dela.

Impossível ler e não refletir sobre os próprios atos, sobre as dificuldades que existem no simples ato de conviver. Passei a gostar de livro de viagens há pouco tempo, mas este não me fez "viajar" como os outros. Talvez pela própria tensão de estar "na presença" de alguém tão chato como Douglas. Apesar das controvérsias, é um livro que recomendo.
E vocês?
O que andam lendo?

Comente com o Facebook

Um comentário:

  1. Resenha sincera e emocional. Gostei bastante. Ando lendo "Androides sonham com ovelhas elétricas?". Parabéns pelo site ;)

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, sua opinião é muito importante. ;)