[Resenha] - Livro: Um útero é do tamanho de um punho

O livro "Um útero é do tamanho de um punho", escrito por Angélica Freitas e editado pela Cosac Naify, reúne poesias que dizem muito sobre ser mulher.

Fui atraída pelo título e imaginei que o conteúdo da obra fosse diferente - um feminismo mais "didático" - e me vi diante de relatos cotidianos, frases fortes e bem pessoais. Os 35 poemas me fizeram pensar sobre a pressão que existe sobre nós, mulheres, e a importância de nos mantermos unidas.

Em alguns momentos, a identificação com o que estava escrito no livro foi tão intensa que tive a sensação de ter levado um soco no estômago. Aprendi mais sobre mim e sobre os meus sentimentos.

A ausência de letras maiúsculas e de rimas me chamou a atenção. Leio poucos livros de poesia e os que costumo ler seguem estruturas menos livres. Acredito que esses detalhes me aproximaram ainda mais da obra, como se as histórias tivessem sido contadas por uma amiga.

Avaliação: 

"a mulher é uma construção
deve ser
a mulher basicamente é pra ser
um conjunto habitacional
tudo igual
tudo rebocado
só muda a cor
particularmente sou uma mulher
de tijolos à vista
nas reuniões sociais tendo a ser
a mais mal vestida
digo que sou jornalista"

trecho de "a mulher é uma construção"

+ Leia também a resenha publicada pela Carol Marques na Alpaca 

Comente com o Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, sua opinião é muito importante. ;)