[Resenha] – Livro: O livro das vidas

“Um obituário é quase sempre uma ode à vida – ainda que reitere a brevidade de tudo, ao tomar o ponto final da existência como ponto de partida do jornalismo.” (p. 289)

O livro das vidas – Obituários do New York Times”, organizado por Matinas Suzuki Jr e traduzido por Denise Bottmann, faz parte da coleção Jornalismo Literário da Companhia das Letras. Em 310 páginas, apresenta uma seleção de textos publicados no jornal sobre pessoas comuns que realizaram coisas incomuns.

Histórias como a de Jerry Siegel, criador do Super Homem, que ingenuamente vendeu todos os direitos sobre o personagem por 130 dólares. Ou de Jeffrey Schmalz, jornalista que descobriu ser portador do HIV e passou a escrever matérias sobre a Aids, com olhar de paciente.

Pouca gente sabe, mas a bióloga Barbara McClintock, que morreu em 1992, foi quem notou a existência do "crossing-over" (quebra de cromossomos que se recombinam, originando mudanças genéticas). O reúne textos de diversos jornalistas, como Robert McG. Thomas Jr e Eric Asimov.

Ao final, Matinas Suzuki Jr, organizador da obra, traça um pequeno panorama histórico da arte de escrever obituários. Na orelha no livro, a citação atribuída a Bill McDonald define bem o conteúdo da obra: "Os melhores obituários são aqueles que nos falam de pessoas sobre as quais nós nunca tínhamos ouvido falar antes e nos deixam chateados por não termos tido a chance de conhecê-las".

Opinião: Adoro ler perfis e ganhei este livro da minha ex-chefe, que felizmente se tornou uma amiga. Além de ser uma aula de jornalismo literário, o livro gera uma reflexão sobre o quanto pessoas anônimas podem ser importantes. Inspiração, talento e surpresa não faltam em "O livro das vidas". Leitura recomendada!
“Deus é meu pauteiro”
- Richard Pearson, obituarista do Washinton Post
Avaliação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Comente com o Facebook

2 comentários:

  1. Thaís adorei a proposta do livro, fiquei bem curiosa! Nunca tinha ouvido falar dele antes.
    beijo <3

    ResponderExcluir
  2. Parece ser intenso. Gosto desses livros que conseguem fazer refletir, independentemente do gênero. Curti a dica! :)

    http://cantinadolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, sua opinião é muito importante. ;)