[Resenha] - Livro: Ninguém escreve ao coronel

O livro "Ninguém escreve ao coronel", de Gabriel García Márquez, traduzido por Danúbio Rodrigues e editado pela Record, tem 96 páginas e conta a história de um casal que perdeu o filho único, Augustín, herdando dele um galo.

Coronel e sua esposa vivem em situação de extrema pobreza, muitas vezes sem ter o que comer. Além disso, a mulher sofre de uma grave doença respiratória, o que torna a situação dos dois ainda mais difícil.

Às sexta-feiras o correio chega, trazendo novidades aos cidadãos da cidade. Todos recebem cartas, menos o coronel. Ele está à espera de uma pensão do governo, que o tiraria da humilhante situação em que se encontra. Cogita vender peças de sua casa, como um velho relógio, mas o orgulho não deixa. E se eles vendessem o galo?

O livro traz este conto curto, angustiante e sofrido, deixando o leitor envolvido e à espera de um final justo. O autor colombiano imprime no texto críticas à burocracia e à política de seu país. Leitura rápida e que gera inúmeras reflexões sobre esperança e aparências.

Outras capas:

Avaliação: 

Comente com o Facebook

7 comentários:

  1. Oi Thais!
    Que legal, não conhecia este livro do Gabo... Vou procurar pra ler =) Além de ser curto, tenho certeza que é envolvente. Este ano tô querendo reler Memória de minhas putas tristes... eita história mais bonita né?!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dani!
      Por enquanto só li Ninguém escreve ao coronel. Quero ler outros dele!
      Obrigada pela visita!
      Beijos

      Excluir
  2. Ainda pretendo ter todos os livros do Gabo na estante. Todas as sinopses que leio e as resenhas me fazem achar que ele não tem um livro ruim.
    Esse não estava na minha lista de prioridades, mas estou pensando em colocá-lo...

    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  3. Sempre quis ler algo dele (pois é, não me perdoo ainda!), mas preciso criar coragem. Sou meio fã de livros bobos e de entretenimento e preciso aprender a ler livros mais sérios! Adorei a resenha desse, vou procurar pra comprar <3

    ResponderExcluir
  4. Oi, Thaís!

    Eu ia comentar que queria ler mais livros do Gabo - só li Cem Anos de Solidão -, mas uma olhada rápida nos comentários acima me fez ver que eu só seguiria o chavão. Hahaha.
    Ou todo mundo só lê um livro dele e cria o desejo inalcançável de ler o próximo; ou você conseguiu reunir o único grupo que se enquadra nessas classificações nos comentários de um mesmo post. xD
    Gostei da sinopse de Ninguém Escreve ao Coronel e, claro, pretendo lê-lo no futuro.

    http://discodivinil.blogspot.com.br/

    Grande abraço!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, sua opinião é muito importante. ;)