[Entrevista] - Marcella Ximenes

Essa sessão é dedicada aos leitores do blog. Quer participar? Envie um e-mail com o assunto "Entrevista" para rdebiblioteca@yahoo.com.br. A convidada de hoje é minha amiga Marcella, do blog Oi, Tatu do Bem
Marcella Ximenes tem 20 anos e, assim como eu, estuda Jornalismo na UFMG. Ela é apaixonada por gatos (principalmente o Leôncio, seu gatinho gorducho e laranja)  e, também, pelas palavras.
--

1. Qual o livro despertou seu gosto pela leitura e quando foi isso? 
Eu sinceramente não me lembro.  Desde que eu me entendo por gente eu ganho e peço livros de presente. Acho que um grande incentivador foram as revistinhas da Turma da Mônica, que era fáceis de ler e muito divertidas, foi a partir delas que eu fui me interessando em ler e querendo livros maiores e diferentes.

2. Qual seu personagem favorito do universo literário?
Socorro! Não consigo ter só um personagem preferido nem em um livro, imagina no universo literário! Eu adoro as protagonistas da Meg Cabot: Mia Thermopolis, Suze Simon, Heather Wells, etc. Elas são muito engraçadas, espertas e você sempre consegue se identificar com elas. Além disso, eu sou apaixonada por Rudy Steiner de A menina que roubava livros - ele pisoteia meu coração - e adoro a narradora do livro também, a Morte.

3. Qual o livro com que mais se identifica e por quê? 
O que eu mais me identifico, talvez seja Eu sou o mensageiro, de Markus Zusak. Os personagens são pessoas comuns, mostra uma realidade bem crua mesmo, mas de um jeito muito bonito. São muitas cenas cotidianas que acontecem com a gente todo dia de um ponto de vista super  especial. Além disso, o protagonista se acha um perdedor, que nunca fez nada importante, sem rumo na vida e tem um cachorro que fede chamado Porteiro ♥♥ Como não se identificar?

Marcadores de página de Marcella.
4. Um livro que foi adaptado para o cinema e você gostou. 
Para mim, a adaptação de um livro não precisa ser fiel para ser boa. Por mais que a gente queira ver as coisas do jeitinho que a gente imaginou na tela, pode sair diferente. Um filme que eu adoro e que não tem NADA a ver com o livro é O Diário da princesa. Os personagens são completamente diferentes e a história também, mas adoro tanto a Grandmere fofa do filme, quanto a surtada do livro.

5. Um livro que foi adaptado para o cinema e você detestou.
Talvez por ser o mais recente, ou por ser a adaptação do meu livro preferido, eu odiei o filme A menina que roubava livros. Entre muitas coisas, eu não gostei da forma como representaram a morte (mesmo sendo ‘só’ uma voz) por que ela ficou suave demais: no livro a narração dela tem um peso danado. Apesar disso, estava até aproveitando o filme pensando só que “podia ser melhor”, mas aí chegou no final e AAAAAAAARGH QUE COISA RUIM MEU DEUS PORQUE FIZERAM ISSO QUEIMA SOCORRO. Ali teve um erro grotesco de direção, atuação e tudo mais porque não foi comovente, nem dramático, ficou ridículo. Eu até ri. De desgosto.

6. Qual seu estilo literário preferido?
Eu prefiro romance, é o que mais leio. Gosto de contos também, mas o problema é que eu quero que alguns durem pra sempre, ou pelo menos um livro inteiro, não poucas páginas.

7. Qual o autor que mais admira?
Eu admiro muitos, mesmo. Dois dos livros que eu mais amo são do Markus Zusak , um escritor australiano, autor de Eu sou o mensageiro, A menina que roubava livros e A garota que eu quero. Eu adoro o jeito que ele escreve, sempre poético e focando nos pequenos detalhes. Também estou apaixonada pelas irmãs Bronte <3 Li o Morro dos Ventos Uivantes, de Emily Bronte, que é de partir o coração, e fiquei super admirada de como o livro é viciante e comovente, sendo o único romance que ela escreveu, publicado lá em 1847. Quando fui pesquisar sobre a autora, descobri a história dela e das irmãs, que também foram escritoras e já estou procurando ler os livros delas, como Jane Eyre, de Charlote Bronte, que, vendo alguns filmes, já é um preferido.

8. Quantos livros leu até agora, em 2014? Quais os favoritos?
Não faço ideia!! Acho que mais de 10. Os meus favoritos foram a coleção de contos que Arthur Conan Doyle escreveu sobre Sherlock Holmes, porque adoro as versões para televisão e cinema que já foram feitas. Foi muito legal ver de onde surgiu o personagem.  Li dois livros do John Green que adorei: A culpa é das estrelas e Cidades de Papel. Estou meio atrasada porque todo mundo já é fã dele, e com razão: ele junta humor e sensibilidade de um jeito lindo.

9. Deixe uma citação, uma passagem de algum livro que seja especial para você.
 “Odiei as palavras e as amei, e espero tê-las usado direito” – Liesel Meminger em A menina que roubava livros de Markus Zusak.
--

Com participação especial de Leôncio, esta é a estante de Marcella:



E aí, o que acharam?
As opiniões dela são muito diferentes das de vocês?

Comente com o Facebook

3 comentários:

  1. Finalmente uma pessoa que diz que livro e filme são coisas diferentes e por isso, não necessitam ser necessariamente comparadas. Já vi filme de livro bem ruim, mas pq, por infelicidade, escolheram mal atores, direção... porém, paciência, né? Tem versões ótimas também!

    Adorei a entrevista, a Marcella parece ser bem pé no chão :)

    Um beijo,
    Re

    ResponderExcluir
  2. Novatas podem participar? Me apaixonei pelo blog, além de ser bonito (tem nuvens!) tem um conteúdo bem interessante e várias resenhas de qualidade, tanto de livros novos quanto clássicos! Adoro <3

    Sobre a entrevistada, eu amo O Morro dos Ventos Uivantes e tenho dois livros do Mark aqui: A Menina que Roubava Livros e Eu sou o Mensageiro. Gostei bastante de ambos, mas fiquei chateada agora quando ela disse que o filme é ruim =( Que pena! Queria ver!

    Beijos, Vickawaii
    http://finding-neverland.zip.net

    ResponderExcluir
  3. Oi! Claro que pode, seja bem-vinda! E muito obrigada!

    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, sua opinião é muito importante. ;)