[Resenha] - Livro: Laços de Família

O livro "Laços de família", escrito por Clarice Lispector, em 1960, é composto por treze contos. Em 1961, o livro recebeu o Prêmio Jabuti.

De forma profunda e sensível, Clarice parece revelar ao leitor mistérios da alma humana. Os personagens são apresentados por inteiro, e, durante a leitura, é impossível não sentir o que eles mesmos estão sentindo.

Essa maneira introspectiva (ou psicológica) de narrar faz com que mesmo as situações cotidianas descritas por ela se tornem primores literários. Os contos são envolventes e, alguns deles, angustiantes.

Um almoço em família; uma esposa bêbada em um jantar de negócios do marido; uma menina cruelmente violentada; uma dona de casa que se irritou ao se deparar com um cego mascando chiclete; ovos quebrados num bonde; uma festa que reuniu inúmeros convidados não por amor, mas por convenção social; a depressão; o ser humano sendo tratado como coisa... Esses são alguns pontos levantados pela obra.

"Laços de família" marca, choca e, também, traz certa identificação ao leitor - afinal, alguns sentimentos são comuns a todos os seres humanos.
  1. Devaneio e embriaguez duma rapariga;
  2. Amor;
  3. Uma galinha;
  4. A imitação da rosa;
  5. Feliz aniversário;
  6. A menor mulher do mundo;
  7. O Jantar;
  8. Preciosidade;
  9. Os laços de família;
  10. Começos de uma fortuna;
  11. Mistério em São Cristóvão;
  12. O crime do professor de matemática;
  13. O búfalo.
Opinião: Acredito que na resenha eu já tenha deixado transparecer minha opinião. Gostei da experiência de leitura. A escrita de Clarice pode ser tão brutal e acabei percebendo que sua genialidade está nisso. Fechei o livro e continuei pensando sobre ele durante um tempão. "Preciosidade", ao trazer como tema central o abuso de uma adolescente de 15 anos, foi, para mim, o mais triste e mais intenso conto. Leitura recomendada.

Avaliação:

Comente com o Facebook

6 comentários:

  1. Oi Thaís!
    Nossa, amo demais este livro. Li duas vezes, mas já faz um tempo. Preciosidade eu não estou muito lembrada. O que me marcou muito na época (e até hoje, na verdade) é Feliz Aniversário. Adoro demais Clarice!

    Beijão, Dani


    www.abooktime.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah indiquei vcs numa tag!
      http://bibliotecarialeitora.wordpress.com/2014/05/19/tag-6-sugestoes/

      Beijos!

      Excluir
    2. Oi, Dani! Obrigada por comentar e por nos indicar! Vou responder logo logo! Beijos

      Excluir
  2. Nunca li Clarice, nem na escola. Apesar de ser muito bem conhecida.

    ResponderExcluir
  3. Sabe, eu sou formada em letras e não curto a Clarice, quase um pecado literário eu sei kkk, mas Laços de Família é um dos poucos que eu gosto da autora. Achei genial sua resenha, super objetiva e sem o blá blá que as resenhas de clássicos costumam ter!!! Adorei

    Bjs, Michele

    ResponderExcluir
  4. Que resenha linda *-* Já li alguns da Clarice, e tenho esse aqui, mas nunca me chamou muita atenção. Agora com essa resenha, fiquei doida pra ler :D
    Beijo :*

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, sua opinião é muito importante. ;)