[Resenha] - Livro: Um amor para recordar

O livro "Um amor para recordar", título original A Walk To Remeber, 184 páginas, Editora Novo Conceito, escrito por Nicholas Sparks, tem como protagonistas Jamie Sullivan e Landon Carter.

Jamie era uma menina religiosa, filha do pastor Hegbert Sullivan. Adorada pelos mais velhos e ridicularizada pelos adolescentes de sua idade, não se esforçava para se encaixar nos padrões da juventude e, por isso, não tinha amigos. Sempre agarrada a uma Bíblia, passava todo o seu tempo preocupada em ajudar os outros, visitando o orfanato da cidade e, também, socorrendo animais das ruas.

Landon Carter, apesar de não ser um mau garoto, seguia a linha dos demais. Era o menino mais rico da escola, apesar de não ser o mais popular (posto ocupado por seu melhor amigo), e gostava de fugir de casa durante a noite para conversar no cemitério com sua turma.

Temendo Química II, Landon se inscreve para a turma de Artes Dramáticas que, naquele ano, apresentaria a peça especial de Natal, escrita por Hegbert. A pedido de Jamie, ele pegou o papel principal - e muitas vezes se arrependeu disso. A convivência dos dois, por causa dos ensaios, fez com que, muitas vezes, Landon perdesse a paciência com aquela menina sempre alegre e esquisita. Mas, aos poucos, o sentimento dele por ela se transforma e ele descobre que Jamie guarda um enorme segredo.
Opinião: Assisti ao filme há muito tempo! Apesar disso, ainda me lembrava de quase tudo o que acontecia, por isso não houve tanta surpresa durante a leitura. E algumas partes bem legais do filme não existem no livro. Ler "Um amor para recordar" foi, sim, agradável, mas a sensação que tive ao ver o filme foi melhor. (Aliás, preciso revê-lo). Não se pode negar que Nicholas Sparks sabe criar histórias de amor tristes como ninguém. Demorei para me envolver com esse livro, mas, quando aconteceu, não sosseguei enquanto não cheguei à última página. E, claro, chorei.
Outras capas:

   

Comente com o Facebook

2 comentários:

  1. Li o livro com a capa lá de cima, hahaha.
    Eu gostei mais do filme. O único livro que eu li até agora que eu preferi o filme.
    Adorei a resenha, Thaís! Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nina!
      Eu também li com essa capa. E, realmente, o filme é melhor! rs
      Beijos

      Excluir

Obrigada pela visita, sua opinião é muito importante. ;)