[Resenha] - Livro: Tamanho 42 não é gorda

 
O livro "Tamanho 42 não é gorda", de Meg Cabot, Galera Record, tem 411 páginas e conta a história da decadente cantora pop Heather Wells. Depois de ter o contrato com a gravadora quebrado - já que insistiu que só cantaria suas próprias músicas -  e pegar o noivo com outra, foi abandonada pela mãe, que fugiu com o seu produtor levando todo o dinheiro que ela tinha.

A solução encontrada foi recomeçar trabalhando em um alojamento estudantil na Faculdade de Nova York, onde lidava com jovens de todos os tipos. Conciliava a correria do dia-a-dia com desejos por guloseimas e a paixão pelo seu "colega de apartamento", o detetive Cooper (irmão de Jordan Cartwright, ex-noivo da protagonista).

Precisava vencer o período de experiência de seis meses para garantir o emprego. As coisas caminhavam bem até que meninas começaram a morrer nos elevadores do alojamento. O clima passa a ser de constante tensão, principalmente porque Heather é a única que desconfia que meninas como aquelas (certinhas demais) não seriam praticantes de "surfe de elevador", motivo apontado por todos para a morte delas.

Opinião: O título fez com que eu pensasse que o foco da história seria outro. Neste romance policial, repleto do humor característico da autora, o leitor é convidado a desvendar o mistério junto com a personagem, sentindo-se preso ao enredo a cada página. Recomendo o livro, Meg Cabot não decepciona! Espero ler as continuações ("Tamanho 44 também não é gorda", "Tamanho não importa" e "Size 12 and Ready To Rock", que ainda não foi lançado no Brasil) em breve. 

Avaliação:  

Comente com o Facebook

Um comentário:

  1. Nunca li nenhum livro da Cabot. Eu tenho um e o único sumiu. Estou p*ta da vidaaaaaaaaa! Haha.
    Enfim, gostei da resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, sua opinião é muito importante. ;)