[Especial] - Biblioteca: ambiente de lazer

Faço estágio na Assessoria de Comunicação da Pró-reitoria de Extensão da UFMG e decidi escrever uma matéria sobre o Espaço de Leitura. É nele que eu passo todo o tempinho que tenho livre durante a semana, um dos meus lugares preferidos do campus. /amando Uma dica para quem mora em Belo Horizonte. O texto abaixo foi originalmente publicado no site da Proex

É considerado “leitor”, segundo critério internacional, a pessoa que tenha lido pelo menos um livro inteiro nos últimos três meses. O Ibope divulgou no dia 05 de abril de 2013 os resultados da terceira edição da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil. Dentre os dados obtidos, foi constatado que para a maioria dos entrevistados biblioteca é “um lugar para estudar”.

Com o objetivo de ampliar essa classificação e fazer com que a biblioteca também seja vista como ambiente de lazer, existe na Biblioteca Universitária (BU) da UFMG o projeto de extensão "Ler o mundo: práticas de leitura", no Espaço de Leitura.


Foto de Marcos Maurilio

Localizado na entrada da Biblioteca Central da UFMG, Campus Pampulha, o Espaço é "colorido, descontraído e confortável, composto por poltronas, diferenciado do ambiente das bibliotecas convencionais", descreve Cleide Vieira de Faria, coordenadora da Biblioteca Universitária e responsável pela iniciativa.

Inaugurado em 2009, disponibiliza aos usuários cerca de três mil exemplares em um acervo "formado por publicações informativas como jornais e revistas e por obras de variados gêneros literários como poesia, romances, literatura clássica, biografia, literatura infanto-juvenil, best-sellers, história, culinária, autoajuda e artes." Além de obras que "visam atender as diferentes necessidades dos usuários, como livros em braille e em áudio", informa Cleide.

Paula Serelle Macedo, estudante do oitavo período de Ciências Biológicas da UFMG, faz parte dos 75% de brasileiros que leem por prazer. “Visito o Espaço quase todo dia, umas quatro vezes por semana.” A leitura para ela não é uma obrigação. “É o que faço no meu tempo livre.”, conta.

Acontecem no Espaço diversas outras ações culturais (oficinas, debates, lançamentos de livros) entre as quais está o "Cinema para ler" que promove, na última sexta-feira de cada mês, a exibição de filmes baseados em histórias originalmente contadas em livros, como "O pagador de promessas", "O perfume", "Xangô de Baker Street", entre outros.

"Visando estimular a formação de leitores e oferecer diferentes suportes culturais e informacionais, através da arte, da música, da contação de histórias, do teatro e exposições, resultando na interação entre a Universidade e a sociedade", destaca Cleide. O cronograma para 2013 ainda será fechado, mas visitas de escolas ao Espaço podem ser agendadas na Biblioteca Central.

O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 22h. Segundo a coordenadora o espaço é aberto à comunidade interna e externa à UFMG. As obras disponíveis podem ser consultadas no Catálogo on-line do Sistema de Bibliotecas no site www.bu.ufmg.br.

Comente com o Facebook

2 comentários:

  1. Thaís, como é agradável a biblioteca da sua universidade. A minha nem de perto é tão legal. Deve ser maravilhoso passar tantas horas trabalhando num lugar assim. Gostei do post!

    Beijão.
    Brenda Lorrainy
    cataventodeideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Brenda! Eu não trabalho na Biblioteca não, fico lá só nas horas livres mesmo, mas é um lugar encantador! :) Que bom que gostou!

      Beijos!

      Excluir

Obrigada pela visita, sua opinião é muito importante. ;)